quarta-feira, 2 de março de 2011

Exceção

Hoje esqueci de tomar os florais de Pollyana.
Pulei deliberadamente as anotações sobre fazer, pagar,
limpar, estudar ou qualquer outro verbo.
Me dediquei totalmente às delícias da nostalgia.
Mergulhei fundo nas lembranças e na dor da saudade.
O que ainda não foi me consumiu suave e lentamente.
Quem não está ou ainda não chegou
teve sua presença marcada.
Hoje esqueci do jogo do contente.
Só hoje.

5 comentários:

  1. As pausas ajudam a temperar os dias... :)

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente a vida não se resume ao "jogo do contente"....A realidade se encarrefa de nos lembrar.
    O bom da vida é a gente sabe que tudo é passageiro....... a não ser o cobrador e o motorista.....rsrs

    beijos, sumida.

    ResponderExcluir
  3. Só hoje, eu deixo!
    Um grande bj querida amiga com sabor de bolo de chocolate com calda quente!

    ResponderExcluir
  4. Hoje estou sem ser contente tb, amiga minha.
    Fui às lágrimas com teu texto!
    Bjo

    ResponderExcluir
  5. É sempre bom abrir exceções...

    ResponderExcluir